quarta-feira, 27 de julho de 2016

APÓS 10 DIAS PRESO, EDILSON 'CAPETINHA' DEIXA CARCERAGEM EM BRASÍLIA



O ex-jogador de futebol Edilson "Capetinha" foi solto na tarde desta terça-feira (26), em Brasília. Edilson foi detido no dia 16 de julho pelo não pagamento de pensão alimentícia. Segundo à Justiça, ele acumula R$ 430 mil em repasses atrasados para um dos três filhos.

De acordo com o portal G1, a defesa de Edilson garante que ele pagou as últimas três parcelas e, por isso, foi liberado. O valor mensal da pensão é de R$ 8,8 mil.
Ex-jogador da Seleção Brasileira Edilson Capetinha, em foto com assessores após deixar a carceragem da Polícia Civil, em Brasília (Foto: Eduardo Pereira/Divulgação)
Edilson com assessores após deixar carceragem, em Brasília
(Foto: Divulgação) 



Ainda segundo o G1, a decisão do desembargador relator Josaphá Francisco dos Santos foi emitida na segunda (25), mas o jogador só deixou a carceragem da Polícia Civil às 16h desta terça. O processo corre em segredo de Justiça.

A defesa do ex-atleta chegou a dizer que a atual situação financeira de Edilson não permite a ele pagar a pensão de dez salários mínimos, por isso, entraria com pedido de redução do valor.

Em setembro de 2015, Edilson foi alvo de investigação da Polícia Federal por suspeita de envolvimento em fraudes no pagamento de prêmios de loterias da Caixa Econômica Federal. Na ocasião, agentes da PF apreenderam computadores na casa de Edilson, que negou envolvimento com o crime.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DOCUMENTO DE VEÍCULOS TERÁ VERSÃO DIGITAL ATÉ O FINAL DE 2018

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta quarta-feira (13) resolução que cria uma versão digital do Certificado de Reg...