quarta-feira, 22 de maio de 2019

Senado aprova regulamentação da profissão de cuidador de idosos




Agência Brasil - O plenário do Senado aprovou na terça-feira (21) o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 11/16, que regulamenta a profissão de cuidador de idosos, crianças, pessoas com deficiência ou doenças raras. A matéria segue para sanção presidencial.

O projeto estabelece que esses profissionais deverão ter o ensino fundamental completo e curso de qualificação na área, além de idade mínima de 18 anos, bons antecedentes criminais e atestados de aptidão física e mental. A atuação do cuidador poderá se dar em residências, comunidades ou instituições.


Governo publica novo decreto sobre armas


G1



O governo Jair Bolsonaro publicou nesta quarta-feira (22) um novo decreto sobre as regras para posse e porte de arma de fogo no país. Em nota, o Palácio do Planalto informou que a nova norma vai modificar alguns pontos que foram questionados na Justiça, pelo Congresso e "pela sociedade em geral".

O decreto sobre o uso de armas e munições tinha sido editado por Jair Bolsonaro no último dia 7. O texto facilitava o porte de arma (direito de andar armado) para um conjunto de profissões, como advogados, caminhoneiros e políticos eleitos.

A proposta também deixava claro que colecionadores, atiradores desportivos e caçadores poderiam levar a arma carregada quando estivessem se deslocando de casa ou do trabalho até o local de prática do esporte ou exposições para facilitar a defesa pessoal.

As alterações que o texto fazia no Estatuto do Desarmamento gerou críticas de entidades ligadas à segurança pública. Câmara e Senado fizeram análises técnicas que apontavam "irregularidades" e indicavam que a medida "extrapolou o poder regulamentar". Nesta terça, governadores de 13 estados e do Distrito Federal divulgaram uma carta aberta contra o decreto.

Agora, uma das alterações anunciadas nesta quarta-feira é o veto ao porte de armas de fuzis, carabinas ou espingardas para cidadãos comuns.


Aneel promove reajuste no valor das bandeiras tarifárias



Aneel promove reajuste no valor das bandeiras tarifárias
Foto: Reprodução / Pixabay


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (21) um reajuste nas bandeiras tarifárias amarela e vermelha, nos patamares 1 e 2. A informação é do G1.

Na amarela, o reajuste passou de R$ 1 a R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) – o que corresponde a uma alta de 50%. O patamar da bandeira vermelha 1 passou de R$ 3 para R$ 4 a cada 100 kWh, numa alta de 33,3%, e o patamar 2 da bandeira vermelha, por sua vez, foi de R$ 5 para R$ 6 por 100 kWh consumidos, alta de 20%.

Com as alterações, os valores ficaram da seguinte forma: 
Bandeira amarela: R$ 1,50

Bandeira vermelha 1: R$ 4,00

Bandeira vermelha 2: R$ 6,00

A cobrança a mais objetiva que a arrecadação com as bandeiras fique o mais próximo possível do valor extra gasto com a geração de energia.

Em 2017, a conta da bandeira sofreu um déficit de R$ 4,4 bilhões e, em 2018, o rombo foi de cerca de R$ 500 milhões. Para o diretor-geral da Aneel, André Pepitone, o reajuste evitará que a conta da bandeira tarifária sofra novo déficit em 2019. Esses déficits foram incluídos nos reajustes das tarifas.


Professores de universidades estaduais decidem manter a greve

A Tarde




Os professores de quatro universidades estaduais na Bahia decidiram manter a greve após assembleias no final da tarde de segunda-feira, 20, no campi das instituições. A greve dos docentes da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) acontece desde o dia 9 de abril.

De acordo com a Associação dos Docentes da Uneb (Aduneb), durante as assembleias, foi feita a análise comparativa entre a contraproposta do movimento grevista e a resposta do governo, encaminhada à categoria também na segunda.

A associação informa que os avanços nas negociações, até o momento, não são considerados satisfatórios. Os docentes também reforçaram a necessidade de persistir na tentativa de negociação com o governador, assim como intensificar as atividades de mobilização e de diálogo com a sociedade.

Pronunciamento

A motivação da continuidade da greve foi incentivada, também, após entrevista do Governador do Estado Rui Costa (PT) concedida para um grupo de jornalista nesta segunda.

Na entrevista, Rui criticou os professores por entrarem em greve antes mesmo de iniciar uma negociação com o governo estadual. Além disso, o governador defendeu a adoção de novas formas de financiamento das universidades públicas, incluindo o incentivo a doações, parcerias com a iniciativa privada e cobrança de mensalidade de estudantes com alta renda familiar.


Programa Partiu Estágio convoca 1.410 universitários nesta quarta





Mais 1.410 universitários inscritos no Partiu Estágio serão convocados nesta quarta-feira, 22, por meio do e-mail cadastrado no sistema do programa. A informação foi confirmada na noite desta terça, 21, pelo governador Rui Costa, durante o programa 'Papo Correria'.

Os selecionados para o primeiro edital, com vagas para toda administração pública, deverão se apresentar até o dia 4 de junho. Já os convocados para o segundo edital, destinado apenas para atuação na rede estadual de ensino, terão até o dia 6 do mesmo mês para se apresentar. As convocações e editais podem ser consultados pela internet.


MENSAGEM DO DIA: POÇAS DE LAMA




Quando olho dentes-de-leão, eu vejo ervas daninhas invadindo meu quintal. Meus filhos vêem flores para mãe e sopram a penugem branca pensando em um desejo.

Quando olho um velho mendigo que me sorri, eu vejo uma pessoa suja que provavelmente quer dinheiro e eu me afasto. Meus filhos vêem alguém sorrir para eles e sorriem de volta.

Quando ouço uma música, eu gosto e sei que não sei cantar e não tenho
ritmo, então me sento e escuto. Meus filhos sentem a batida e dançam. Cantam e se não sabem a letra, criam a sua própria.

Quando sinto um forte vento em meu rosto, me esforço contra ele. Sinto-o atrapalhando meu cabelo e empurrando-me para trás enquanto ando. Meus filhos fecham seus olhos, abrem seus braços e voam com ele, até que caiam a rir pela terra.

Quando rezo, eu digo tu e vós e conceda-me isto, dê-me aquilo. Meus filhos dizem, "Olá Deus! Agradeço por meus brinquedos e meus amigos. Por favor, mantenha longe os maus sonhos hoje à noite. Eu ainda não quero ir para o céu. Eu sentiria falta de minha mãe e de meu pai."
Quando olho uma poça de lama eu dou a volta. Eu vejo sapatos enlameados e tapetes sujos. Meus filhos sentam-se nela. Vêem represas para construir, rios para cruzar e bichinhos para brincar.

Eu queria saber se nos foram dados os filhos para os ensinarmos ou para
aprendermos.
Aprecie as pequenas coisas da vida, porque um dia você poderá olhar para trás e descobrir que eram grandes coisas grandes.
Meu desejo para você?

Grandes poças de lama e dentes-de-leão!



terça-feira, 21 de maio de 2019

Moro demite delegado da PF por crimes previdenciários


MSN

© Sérgio Lima O ministro da Justiça e Segurança
 Pública, Sérgio Moro

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, demitiu nesta 2ª feira (20.mai.2019) o delegado da PF (Polícia Federal) Ênio de Paula Salgado. O oficial é investigado na Operação Inversão, que apura se houve esquema de propina em São Paulo.

O suposto caso teria ocorrido na Delegacia de Crimes Previdenciários da Superintendência Regional da PF em São Paulo.

A investigação foi deflagrada pela 9ª Vara Criminal Federal de São Paulo, em julho de 2016. O esquema de propinas a policiais operou entre 2010 e 2015. A vantagem ilícita era repassada a policiais federais por meio de crimes contra a Previdência.

Para os procuradores que investigam o esquema, o delegado e outros colegas transformaram a Deleprev, que atua na apuração de crimes previdenciários, em 1 balcão de negócios e de impunidade.


Senado aprova regulamentação da profissão de cuidador de idosos

Agência Brasil - O plenário do Senado aprovou na terça-feira (21) o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 11/16, que regulamenta a profissão de...