quinta-feira, 19 de maio de 2016

JUSTIÇA BAIANA DETERMINA QUE RUI COSTA NOMEIE APROVADOS EM CONCURSO


O juiz Mário Soares Caymmi determinou que o governador Rui Costa nomeie os candidatos aprovados no último concurso para agente penitenciário, na Bahia, no prazo de 60 dias, sob pena de multa e risco do Ministério Público (MP-BA) abrir uma ação criminal contra o gestor do estado e contra o secretário da Administração, Edelvino da Silva Góes Filho. As informações são da assessoria do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Já a assessoria do governo afirma que o secretário citado na decisão do juiz é o da Fazenda, Manoel Vitório.

A decisão foi publicada no dia 19 de setembro de 2015 pelo mesmo juiz, mas o governo conseguiu adiar a ordem judicial com recursos até esta quarta-feira (18). Segundo o TJ-BA, o juiz entendeu que a prorrogação do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) de agentes penitenciários é ilegal.


De acordo com o TJ-BA, caso a determinação não seja cumprida, o governador terá que pagar do próprio bolso R$ 5 mil por dia e por candidato.


Em nota enviada pela assessoria do governo da Bahia, o Procurador Geral do Estado, Paulo Moreno Carvalho, informou que o Estado ainda não foi oficialmente comunicado da decisão, mas que "entende que houve excesso na decisão, pois em nenhum momento o Estado demonstrou resistência no cumprimento da mesma, já que é do seu interesse a nomeação dos aprovados no concurso de agente penitenciário".

O governo afirma, também na nota, que o "Estado da Bahia teve que adotar medidas necessárias para a efetiva nomeação dos concursados, pois não poderia deixar de observar, dentre outros aspectos, as diretrizes da Lei de Responsabilidade Fiscal, que estabelece em regime nacional parâmetros a serem seguidos relativos ao gasto público de cada ente federativo (estados e municípios) brasileiro. O cumprimento da decisão depende de providências que já estão sendo adotadas pela Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização [Seap]".

Agentes penitenciários fazem manifestação na Av. Paralela, em Salvador, Bahia (Foto: Reivon Pimentel/ Arquivo Pessoal)Agentes penitenciários fazem manifestação na Av.
Paralela, em Salvador, Bahia (Foto: Reivon
Pimentel/Arquivo Pessoal)
Protesto

O coordenador do Sindicato dos Servidores Penitenciários da Bahia, Reivon Pimentel, informou à época que o protesto foi realizado por conta da defasagem no quadro de agentes que trabalham nas unidades prisionais de todo o estado. Os servidores reivindicaram a nomeação de concursados de 2014 que, segundo Reivon, já estão aptos a desempenhar a função.

"O estado deveria ter nomeado 490 agentes em abril de 2015 e, até agora 86 foram nomeados. Queremos a nomeação de todos os habilitados e a convocação dos excedentes", disse Pimentel.

(Fonte: G1/BA)





Nenhum comentário:

Postar um comentário

LORENA IMPROTA LAMENTA FIM DE NOIVADO COM LÉO SANTANA: 'NÃO FOI UMA DECISÃO MINHA'

Foto: Reprodução / Instagram Lorena Improta Os fãs do casal Lorena Improta e Léo Santana foram pegos de surpresa com a confirma...