quarta-feira, 7 de junho de 2017

GALLO EXPLICA MUDANÇAS NO VITÓRIA E CLASSIFICA ESTRÉIA CONTRA SÃO PAULO COMO 'PRESENTE DE DEUS'




Alexandre Gallo fará sua estreia no comando do Leão diante do São Paulo (Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)



A era Gallo vai começar com mudanças na Toca do Leão. Em busca do primeiro triunfo depois de quatro rodadas no Campeonato Brasileiro, o novo técnico terá uma missão difícil na noite de quinta-feira (8), quando enfrenta São Paulo, às 19h30, no Morumbi.

O treinador fez alterações no time em relação à derrota para o Fluminense, ainda sob o comando de Petkovic. Segundo Gallo, as mudanças são baseadas nas últimas partidas do Leão, contra Fluminense, Coritiba e Corinthians. "Quando você chega em uma equipe, precisa fazer escolhas baseado no que você viu. Eu vi os três últimos jogos do Vitória, e nem sempre você acerta nas escolhas. Eu nunca dirigi uma equipe que comecei e terminei com o mesmo time. O campeonato é meio mutante, a sequência de jogos atrapalha bastante. Temos a ideia de algumas escolhas e esperamos que, nesse curto período, com muita determinação, a gente possa superar essa falta de treinamentos", explicou. 

Em sua segunda partida consecutiva longe de casa, o Vitória terá um adversário que vem de derrota para a Ponte Preta, mas que tem se mostrado forte em casa. Foi no Morumbi que o São Paulo conquistou os dois triunfos que conseguiu no campeonato. Gallo, no entanto, encara o duelo como um presente. 

"A gente tem que levar sempre como um presente de Deus. Os grandes jogos que marcam a sua carreira. É um grande desafio e a gente tem que estar pronto e preparado para os grandes desafios. A gente colocou isso com os atletas, que é um grande presente poder estrear com um grande jogo e ter que fazer o meu melhor", afirmou.



(Fonte: Correio24horas)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

MARIDO MATA MULHER, ESCONDE CORPO E PEDE DESCULPA EM CARTA

Correio24horas O caseiro Orlando de Jesus, 53 anos, teve prisão temporária decretada nesta sexta-feira (20) acusado de matar a ...