quarta-feira, 21 de junho de 2017

FUTEBOL: EDSON É DENUNCIADO E PODE PEGAR 12 JOGOS DE SUSPENSÃO; KLÉBER TAMBÉM



Não ficou barata a expulsão do volante Edson, do Bahia, na partida contra o Coritiba, no dia 15 de junho, na capital paranaense. O jogador, que trocou cusparadas com o atacante Kléber, do time alviverde, foi denunciado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e poderá pegar um gancho de seis a 12 jogos de suspensão.

Edson marca Henrique Almeida durante jogo contra o Coritiba (Foto: Cléber Yamaguchi/Estadão Conteúdo)



Edson foi enquadrado no art. 254-B (cuspir no adversário) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e será julgado, provavelmente, na próxima semana. Além dele, o massagista Sérgio dos Santos Salles, também expulso, será julgado por desrespeitar a equipe de arbitragem (artigo 258, inciso II, do CBJD) e o Bahia por atrasar em um minuto a volta do intervalo. O funcionário pode pegar até seis partidas de suspensão e o clube pagar multa de R$ 1 mil.

SUSPENSO

Já Kléber levou a pior. Além de ser enquadrado no mesmo artigo de Edson, pela cusparada, o atacante do Coritiba foi enquadrado em outro artigo, o 254-A (agressão física), e poderá pegar, em pena conjunta, até 24 partidas de suspensão. O atacante havia dado uma cotovelada em Zé Rafael, no primeiro tempo, e um soco em Edson, antes da troca de cusparada, em lances em que nem cartão amarelo levou (o segundo, sequer foi marcado).


Kléber está suspenso até que a denúncia da Procuradoria do STJD seja julgada (Foto: Coritiba/Divulgação)



Por conta da gravidade das acusações, a Procuradoria do STJD pediu a suspensão de Kléber até que o julgamento da denúncia seja feito. O pedido liminar foi acatado pelo presidente do STJD, Ronaldo Piacente, e Kléber está impedido de entrar em campo pelo Campeonato Brasileiro, temporariamente.


(Correio24horas)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

JUSTIÇA DETERMINA PRISÃO DOMICILIAR DE ALMIRO SENA ACUSADO DE ASSÉDIO SEXUAL A SERVIDORAS

Almiro Sena foi preso na quarta-feira (12) levado para  batalhão da PM em Camaçari (Foto: Reprodução/ TV Bahia) O Tribunal de Jus...