quinta-feira, 14 de julho de 2016

SAÚDE: SUBSTÂNCIA DERIVADA DA ROMÃ TEM PROPRIEDADE ANTIENVELHECIMENTO





Substância derivada da romã tem propriedades antienvelhecimento, diz estudo
Foto: Divulgação



Pesquisadores da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça, descobriram que uma substância derivada da romã tem propriedades potenciais de antienvelhecimento. 

Resultados de testes com camundongos mostraram um aumento médio de 42% na resistência dos animais para correr após a aplicação da substância urolithin A. "Acreditamos que nossa pesquisa, descobrindo os benefícios de saúde de urolithin A, é uma promessa para reverter o envelhecimento muscular", afirmou Patrick Aebischer, presidente EPFL e co-fundador da Amazentis. 

Segundo o jornal O Globo, a equipe trabalha em parceria com a empresa de biotecnologia Amazentis para desenvolvimento de um suplemento nutricional que pode aumentar a força muscular e resistência durante o envelhecimento. "É uma substância completamente natural, e seu efeito é poderoso e mensurável", disse Aebischer. O primeiro estudo clínico com humanos deve ter seus resultados apresentados em 2017.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

MARIDO MATA MULHER, ESCONDE CORPO E PEDE DESCULPA EM CARTA

Correio24horas O caseiro Orlando de Jesus, 53 anos, teve prisão temporária decretada nesta sexta-feira (20) acusado de matar a ...