sábado, 9 de janeiro de 2016

ABSURDO! GREVE DE MÉDICOS DO INSS IMPEDE 2 MILHÕES DE PERÍCIAS EM 4 MESES





iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |
Durante a greve dos servidores, atendimentos foram feitos apenas com agendamento prévio
FOTO: RODRIGO CLEMENTE/O TEMPO
Durante a greve dos servidores, atendimentos foram feitos apenas com agendamento prévio
A greve dos médicos peritos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) completou quatro meses na última segunda-feira (4), com mais de 2 milhões de perícias não realizadas, segundo dados da ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social).

De acordo com a associação, a cada dez perícias, sete benefícios por incapacidade são concedidos. Por isso, ao menos 1,4 milhão de pedidos de auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez não foram aprovados desde o início da paralisação no dia 4 de setembro.

Na estimativa do INSS, no total cerca de 1,3 milhão de perícias não foram realizadas e 818 mil pedidos de benefício estão represados em função da greve. O tempo médio de espera para agendar uma perícia passou de 20 dias para 80 dias.

SEM ACORDO A greve mais longa da categoria ainda não tem previsão para acabar e as negociações com o governo não avançaram nos últimos dias.

A última proposta apresentada pelo Ministério do Planejamento foi rejeitada pelos peritos em dezembro.

A pasta informou que o único ponto de discordância foi a exigência dos médicos para a redução da jornada de trabalho, de 40 horas para 30 horas semanais, sem perda de remuneração.

"O governo até concorda com a redução, mas propõe que isso ocorra em um contexto de reestruturação da carreira", informa o órgão.

"Não há previsão de reunião com o governo, nós vamos manter a greve", afirma o vice-presidente da ANMP, Luiz Carlos Argolo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

PRESO POR NÃO PAGAR PENSÃO, EDILSON 'CAPETINHA' É SOLTO APÓS QUATRO DIAS

Correio24horas Foto: Arquivo/Correio24horas Depois de passar quatro dias detido por dívida de pensão alimentícia, o ex-jogador de fut...