quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Bancários rejeitam proposta dos bancos e greve continua, diz sindicato


Fonte: G1




Os bancários rejeitaram nesta terça-feira (20) uma proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de reajuste salarial de 7,5% e decidiram manter a greve, segundo informações da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). Os bancários pedem reajuste salarial de 16%.

A Fenaban ainda não se pronunciou. Segundo a Contraf, as negociações devem continuar na manhã de quarta-feira (21), em São Paulo.

A greve dos bancários entrou no 15º dia e fechou 12.567 agências pelo país - 408 a menos que no dia anterior. O número de centros administrativos também diminuiu, de 44 na segunda-feira (19) para 33 nesta terça. De acordo com o Banco Central, o país tem 22.975 agências instaladas no país.

O que pede a categoria 

A greve foi iniciada no dia 6. Os bancários pedem reajuste salarial de 16%, com piso de R$ 3.299,66, e Participação nos Lucros e Resultado (PLR) de três salários mais R$ 7.246,82. A categoria também reivindica vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá de R$ 788 cada. A categoria também pede pagamento para graduação e pós, além de melhorias nas condições de trabalho e segurança.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

SUSPEITO QUE GILMAR LIBERTOU GUARDAVA R$ 2,4 MILHÕES EM ESPÉCIE EM CASA

Octacílio de Almeida Monteiro, um dos quatro suspeitos de pagamento de propinas no esquema da Fetranspor no Rio de Janeiro, libertad...