quinta-feira, 8 de junho de 2017

SAÚDE: CORRIMENTO – ATÉ QUE PONTO ELE É NORMAL?


Universo Jatobá



Enquanto a vida segue em sua correria normal, lá está ele, sempre levando aquele desconforto  às mulheres, sejam adolescentes ou maduras. Se a sua filha tem reclamado sobre o problema, ajude-a com informações e leve-a a um ginecologista de sua confiança.
Corrimentos vaginais são secreções que podem ser absolutamente normais, ou causados por fungos e bactérias ou até mesmo ser sinal de alguma infecção.
Vale ressaltar que em meninas virgens raramente o corrimento estará relacionado a alguma doença. Aliás, é um problema que pode ser causado por hábitos do dia a dia, portanto, venho até aqui esclarecer algumas dúvidas que podem auxiliar você e a sua família.
O primeiro passo é ver se o corrimento apresenta cor, odor ou consistência diferente.
Aquele corrimento que parece um leite coalhado, que deixa aquela mancha branca e grossa na calcinha, pode ser causado por um fungo, como o da candidíase vaginal. Provavelmente a mulher sentirá uma incômoda coceira na vagina.
Se o corrimento for amarelo, meio esverdeado, provavelmente ele tenha um cheiro bem forte; se for seguido de dor ou ardência durante a relação sexual ou na hora de fazer xixi, pode ser uma infecção, inclusive clamídia, uma doença sexualmente transmissível.
Agora, se o corrimento aparecer com sangue ou marrom – e provavelmente estará associado e dor e ardência – pode acender um sinal vermelho. Lembrando que o corrimento marrom ou com resíduos de sangue pode ser normal após a menstruação.
A verdade é que, apesar de comum, existem formas da mulher se prevenir. Algumas delas é evitar usar protetor diário, não utilizar lenços umedecidos e, em hipótese alguma, fazer sexo sem preservativo. Acontece que lavar as regiões íntimas muitas vezes ao dia com sabão, pode acabar com a proteção natural e facilitar a infecção por fungos. Depilação em excesso também deixa a região mais sensível.

Atenção! 
– Não fique com maiô ou biquíni molhados por muito tempo.
– Prefira calcinhas de algodão.
– Mantenha a higiene adequada

O corpo fala!
O corrimento também representa algumas fases da vida da mulher; quando se está ovulando, a secreção tem uma intensidade; no período fértil, outra. Na fase pré-menstrual, quando o pH da vagina está mais ácido, a intensidade do corrimento pode alterar; ele vem, geralmente, transparente.

Dr. Thomas Moscovitz – Doutor pela Faculdade de Medicina da USP. Especialista em: Ginecologia – Obstetrícia – Videolaparoscopia – Videohisteroscopia. Assistente Voluntário do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Médico Ginecologista na Granmedic.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

BENEFICIÁRIOS DE AUXÍLIO-DOENÇA TÊM ATÉ ESTA SEGUNDA-FEIRA PARA MARCAR NOVA PERÍCIA

/Valter Campanato / Agência Brasil Os beneficiários do auxílio-doença convocados pelo Diário Oficial da União (DOU) têm até est...