segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

BRASILEIRAS TÊM DIFICULDADES PARA FAZER MAMOGRAFIA NA REDE PÚBLICA DE SAÚDE




O Brasil perde feio na prevenção de doenças como o câncer de mama. A mamografia, que é capaz de diagnosticar a doença logo no início, é um exame de díficil acesso na rede pública. E às vezes nem é por falta de equipamento, muitos estão quebrados.

E a capital federal é o pior lugar do país para fazer o exame. O número é chocante. Apenas 1,7% das mulheres entre 50 e 69 anos em Brasília conseguiram fazer mamografia pelo Sistema Único de Saúde em 2015. E o problema não é só mamógrafo quebrado. Em alguns hospitais, tem o aparelho, mas faltam técnicos e médicos para o exame.


Fonte: G1.globo.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário