sábado, 1 de outubro de 2016

MORO CONVERTE PRISÃO DE PALOCCI EM PREVENTIVA, SEM PRAZO PARA SOLTURA



O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara da Justiça Federal em Curitiba, converteu a prisão temporária do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci e de seu ex-assessor Branislav Kontic em prisão preventiva, quando não há data definida para que os investigados deixem a cadeia. A prisão temporária dos dois, de cinco dias, vence nesta sexta-feira (30).

Moro acatou pedido do Ministério Público Federal (MPF). O órgão também solicitou medidas cautelares para outro assessor de Palocci, Juscelino Dourado, que também foi preso na 35ª fase da Operação Lava Jato. Dourado será solto sob a condição de entregar passaportes, não deixar o país, não deixar sua residência por mais de 30 dias e comparecer a todos os autos do processo.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

SALÁRIO MÍNIMO SERÁ MENOR QUE O PREVISTO

Fonte: O Globo Foto: Ilustração O Orçamento de 2018, aprovado na última quarta-feira pelo Congresso Nacional, prevê um salário míni...