segunda-feira, 28 de março de 2016

SAÚDE: CONSUMO DE CAFEÍNA PELO CASAL PODE AUMENTAR RISCO DE ABORTO INVOLUNTÁRIO, DIZ ESTUDO



Consumo de cafeína pelo casal pode aumentar risco de aborto involuntário, diz estudo
Foto: Getty Images


O consumo diário de cafeína semanas antes da concepção de um filho pode aumentar o risco de aborto involuntário, segundo um estudo divulgado nos Estados Unidos. E a restrição não está ligada apenas às mulheres, mas também aos seus companheiros. Mais de duas bebidas com cafeína por dia pode levar a esse resultado. 

Publicada no site da revista Fertiliy and Sterility, a pesquisa ainda afirma que o risco de aborto também aumenta quando as mulheres inferem mais de duas bebidas com cafeína diariamente nas primeiras semanas de gravidez. No entanto, as taxas de aborto involuntário se reduzem para as mulheres que tomam multivitamínicos diários antes e depois da concepção. Desenvolvido por pesquisadores dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH) e pela Universidade Estatal de Ohio, o estudo acompanhou 501 casais nos estados de Michigan e Texas, de 2005 a 2009. 

Foram avaliados, segundo o G1, a relação entre fertilidade, estilo de vida e exposição a produtos químicos. As conclusões são baseadas em um conceito chamado índice de risco, comparando consumo de cigarro, bebidas com cafeína e de multivitamínicos. "Nossos resultados também indicam que o integrante masculino (do casal) também tem importância", ressaltou a principal autora, Germaine Buck Louis, diretora da Division of Intramural Population Health Research no NIH.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

DOCUMENTO DE VEÍCULOS TERÁ VERSÃO DIGITAL ATÉ O FINAL DE 2018

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta quarta-feira (13) resolução que cria uma versão digital do Certificado de Reg...