quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Professores encerram greve da Ufba após mais de quatro meses


Os professores da Universidade Federal da Bahia (Ufba) resolveram pôr um fim à greve, durante assembleia realizada na tarde desta quarta-feira (14), na Faculdade de Arquitetura, localizada na Federação. No total, 129 professores votaram pelo fim da greve e 30 pela continuidade do movimento. Outros três se abstiveram. A paralisação dos 2.236 docentes da universidade deixou cerca de 33 mil estudantes sem aulas, em todos os institutos.

(Foto: Yne Manuella/ CORREIO)


Iniciada em maio, a greve da Ufba foi a de maior duração da história da Universidade, com 139 dias de duração. A decisão do fim da greve será encaminhada para a Reitoria, que deve reunir ainda essa semana o Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), que vai estabelecer um novo calendário. Os grevistas sugeriram que as aulas já voltem na segunda-feira.


Calendário
Quando as aulas voltarem na Ufba, um novo calendário será definido pelo conselho acadêmico, informou o pró-reitor de Ensino de Graduação, Penildon Silva Filho. O conselho é composto pelo reitor, professores, funcionários e estudantes e deve se reunir até sexta-feira (16) para reorganizar as datas. A previsão é que as atividades sejam retomadas já na semana que vem.


“A melhor opção é terminar o semestre que ficou em aberto e começar o próximo o mais rápido possível”, esclarece o pró-reitor. Segundo ele, uma pausa entre os dois semestres será necessária por questões administrativas e para que seja realizada a matrícula dos alunos. Penildon ainda afastou os boatos de que o semestre seria cancelado. “Isso de anular semestre é lenda. Não tem sentido para a universidade”, disse. 

Caso a proposta da reitoria seja aprovada pelo Conselho, as aulas do semestre 2015.1 deverão terminar no dia 9 de dezembro. Ou seja, as férias durarão 26 dias até que seja iniciado o novo semestre, em 4 de janeiro.


Fonte: Correio24horas.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

SUSPEITO QUE GILMAR LIBERTOU GUARDAVA R$ 2,4 MILHÕES EM ESPÉCIE EM CASA

Octacílio de Almeida Monteiro, um dos quatro suspeitos de pagamento de propinas no esquema da Fetranspor no Rio de Janeiro, libertad...