terça-feira, 22 de setembro de 2015

Médico se desespera e recebe voz de prisão após se recusar a atender paciente; veja vídeo




Um médico que estava de plantão no Hospital de Base do Distrito Federal recebeu voz de prisão após negar atendimento a um paciente. De acordo com o médico, a unidade não oferecia condições para receber mais enfermos. "Está faltando tudo. Eu quero sumir daqui", gritou o médico em desabafo.

O caso ocorreu na tarde do sábado (19) após homens do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal levarem até o hospital um homem que havia caído de um viaduto. Os bombeiros foram alertados sobre a falta de médicos na unidade, no entanto, como ela é a única na região que atende traumas, a equipe teve que insistir.

(Foto: Reprodução/Youtube)



Após ter recebido voz de prisão por um dos bombeiros por desacato, o médico aceitou atender o paciente. No entanto, três horas depois, ele não resistiu e morreu.

Segundo informações do G1 do Distrito Federal, uma pessoa que estava no local disse que o médico se recusou a receber o paciente por não haver material nem gente para realizar o atendimento. "Ele disse que não havia vaga porque a sala onde ficam os pacientes graves estava lotada", declarou.

A Secretaria de Saúde do DF informou que no dia do ocorrido a semi-uti do Hospital de Base operou acima da capacidade. A secretaria disse ainda que o médico se exaltou diante da impossibilidade de receber novos pacientes.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LORENA IMPROTA LAMENTA FIM DE NOIVADO COM LÉO SANTANA: 'NÃO FOI UMA DECISÃO MINHA'

Foto: Reprodução / Instagram Lorena Improta Os fãs do casal Lorena Improta e Léo Santana foram pegos de surpresa com a confirma...